Conhecendo Tibau - RN


O município de Tibau, está localizado na extremidade setentrional do estado do Rio Grande do Norte, pertencente ao Polo Turístico Costa Branca, à Mesorregião do Oeste Potiguar e à Microrregião de Mossoró, localiza-se a noroeste de Natal, capital do estado, distando desta 328 quilômetros. Ocupa uma área de 162,402 km², sendo que 0,3682 km² estão em perímetro urbano, e sua população foi estimada no ano de 2011 em 3 725 habitantes, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sendo então o 138º mais populoso do estado e último de sua microrregião.

Portanto, Tibau integra a região do Polo Turístico Costa Branca, onde por sua localização geográfica, nível de desenvolvimento estrutura de serviços, pelo seu comercio, o faz área de convergência para os municípios de Mossoró, Grossos e Areia Branca. Sua taxa de urbanização é de 76,89%, sendo assim o 43º município mais urbanizado do estado. O IDH do município é de 0,678 (2000), considerado médio pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), sendo o 26º maior do Rio Grande do Norte o 3 344° do país.
                 
Feitas essas considerações, é importante destacar que os municípios de Tibau, Grossos, Areia Branca, Porto do Mangue, conforme informações do IBGE, referentes ao ano de 2007, concentram uma população de cerca de 56 mil habitantes, com receita orçamentária da ordem de aproximadamente 72 milhões de reais.
                   
As características socioeconômicas e de desenvolvimento da região estão representadas basicamente pela agropecuária, atividades salineira, petrolífera, pesca, carcinocultura e o turismo. Sendo que em termos de atividades econômicas, em particular, o turismo em Tibau, está em ritmo crescente, prova disso foi a decisão política do governo do estado em promover a duplicação do trecho Mossoró-Tibau. É importante salientar ainda, que nos períodos de veraneio (Dezembro a Março), o Município de Tibau passa de uma população de 4.000 habitantes para 100.000 habitantes, em virtude dos turistas, principalmente advindos de Mossoró e do Estado do Ceará. Quanto ao turismo, é importante ainda dizer que nos últimos anos o cenário socioeconômico da Costa Potiguar vem passando por transformações significativas, permitindo uma forte expansão do setor.  No caso específico do Polo Turístico Costa Branca, o Governo do Estado estruturou o Polo Costa Branca, investiu mais de 46 milhões de reais em rodovias, interligando por via asfaltada, a partir da fronteira do Ceará, os municípios de Tibau, Grossos, Areia Branca, Porto do Mangue, criando as condições necessárias para permitir um fluxo normal de turistas, com a criação de rotas alternativas regulares, entre Natal/Fortaleza/Natal pelo Litoral. Vale ressaltar ainda que esta infraestrutura permitiu que a região passasse a integrar o mercado imobiliário, visando a construção de complexos hoteleiros, pousadas e parques temáticos.
                  
Esta rodovia nos aproximou muito da praia de Canoa Quebrada, polo turístico devidamente estruturado e consolidado, onde o governo do Estado do Ceará construiu um aeroporto que vai receber inclusive voos internacionais.
                   
A atividade petrolífera é uma outra vertente, de apoio ao desenvolvimento dos municípios que integram o Polo, e em especial o município de Tibau, uma vez que recentemente, a PETROBRAS, descobriu petróleo na área marítima, através de exploração de blocos de petróleo, principalmente do poço, denominado Pitu.  O Rio Grande do Norte é o Estado brasileiro com a maior produção de Petróleo em terra do Brasil, concentrando-se uma grande quantidade desta produção de gás e petróleo na região do Polo Costa Branca, e graças a exploração em área marítima nos municípios costeiros (Tibau, Grossos, Areia Branca e Porto do Mangue), poderá em curto espaço de tempo concentrar níveis consideráveis de exploração no mar continental. Como resultado, o município de Tibau não só se beneficia com o recebimento de parcela significativa de royalties, como por um número acentuado de vagas de trabalho, locação de máquinas e veículos, afora toda a movimentação da sua estrutura de serviços como postos de gasolina, hotéis, pousadas e restaurantes, serviços de saúde, supermercados, aluguéis de imóveis, dentre outras.
              
Um outro setor fundamental para a economia da região é a pesca artesanal. No caso de Tibau, o município, possui uma extensa costa onde se localiza inúmeras comunidades de pescadores que se dedicam a pesca de lagosta e a captura de peixes.
                  
Vale destacar ainda o contingente de famílias na região do Polo Costa Branca, que são beneficiarias dos programas sociais do Governo Federal e pelos benefícios do INSS. Somente o “Bolsa Família” atende cerca de 6 mil famílias na região, sendo 1.069 somente no município de Tibau.